28 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
29/01/21 às 15h55 - Atualizado em 29/01/21 às 16h47

Mais de 250 bocas de lobo foram limpas em Ceilândia

COMPARTILHAR

Mais de 250 bocas de lobo foram limpas em Ceilândia

 

Os serviços duraram duas semanas e contemplou as principais Avenidas da região. A ação contou com equipes da Administração de Ceilândia e do programa Mãos Dadas da (Seape).

 

Ceilândia a maior cidade do Distrito Federal, foi contemplada entre os dias 12 a 26 de janeiro, com o Programa Mãos Dadas da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape/DF), que usa a mão de obra do trabalhador preso. Durante a ação foram limpas e desentupidas mais de 250 bocas de lobo.

A parceria foi firmada entre a Administração de Ceilândia que mapeou os principais locais e forneceu todo equipamento como ferramentas, luvas, máscaras e sacos de lixo. A ação contemplou as Avenidas do P Norte, P Sul, Hélio Prates, Vias 05 a 09 Setor O, Vias Leste e Oeste e a  Avenida do Hospital de Ceilândia.

Dos bueiros foram retirados todo tipo de resíduos como móveis velhos, pneus, resto de construção, garrafas e até lixo eletrônico. A ação contou com equipes da Administração de Ceilândia e 50 reeducandos.  O mutirão teve como um dos objetivos limpar as bocas de lobo para evitar alagamentos e enchentes na região.

O administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí, ressalta que os serviços de manutenção na maior cidade do DF são constantes e permanentes e que a operação já ajudou a diminuir os impactos das chuvas “ Mesmo com os mutirões e com o apoio dos diversos órgãos do GDF, temos equipes trabalhando diariamente para atender a grande demanda na cidade. Estamos atuando na limpeza de boca de lobos e de áreas públicas para amenizar os impactos das chuvas na região”, ressalta Marcelo Piauí.

“A partir de agora, o Projeto Mãos Dadas, com toda a segurança jurídica e controle por parte da Administração Penitenciária, se consolida como uma importante alternativa para a ressocialização de reeducandos, ao passo em que possibilita a remissão da pena e o retorno desse segmento à sociedade. Nosso objetivo é expandir o programa para todas as RAs e aumentar cada vez mais o número de internos assistidos, enfatiza o secretário de Administração Penitenciária, Agnaldo Curado.

O serralheiro Nivaldo de Sousa, de 42 anos, tem seu comércio na Avenida Hélio Prates. Ele diz que a limpeza das bocas de lobo já ajudou a diminuir a forte correnteza que se formava próximo ao seu estabelecimento e consequentemente os alagamentos. “ O que vimos foi o serviço sendo executado por toda a Hélio Prates! Isso ajuda a Avenida a suportar o maior volume das chuvas. Nesta última chuva forte que ocorreu na cidade, não tive problemas com os alagamentos no meu comércio. Espero que toda Ceilândia seja contemplada com essa ação! Não basta somente o  Governo vir e fazer sua parte, também devemos fazer nossa parte não jogando lixo na rua!”, faz o apelo o serralheiro.

 

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros