04 de julho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
30/03/20 às 16h24 - Atualizado em 30/03/20 às 16h27

Administração de Ceilândia priorizado a limpeza de terrenos públicos na cidade

COMPARTILHAR

Administração de Ceilândia priorizado a limpeza de terrenos públicos na cidade

A medida visa garantir a saúde da população, já que esses espaços atraem insetos, roedores e animais peçonhentos, além de favorecer a proliferação do mosquito Aedes transmissor da dengue, zica, chikungunya e febre amarela.

 

A Administração Regional de Ceilândia continua com serviços essências de manutenção na maior região administrativa do Distrito Federal. A limpeza pública tem sido uma das prioridades das equipes de trabalho. Diariamente terrenos públicos recebem a operação de limpeza com a retirada de lixo e entulho. Durante a semana passada, em apenas 5 dias, 700 toneladas de resíduos sólidos foram recolhidos com a parceria do programa GDF Presente, que contemplou diversas áreas da cidade como QNQ, QNR, CNR, Ceilândia Sul e Norte.

A Administração de Ceilândia alerta toda a comunidade sobre os perigos de descartar lixo e entulho em terrenos públicos, o que se torna um problema de saúde pública, já que esses espaços atraem insetos, roedores e animais peçonhentos, além de favorecer a proliferação do mosquito Aedes transmissor da dengue, zica, chikungunya e febre amarela.

O Administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí, explica que equipes realizam o monitoramento de pontos da cidade onde é comum essa prática, o que ajuda as frentes de trabalho a atuarem constantemente na limpeza destes terrenos, mas que a conscientização e a ajuda de toda a população são primordiais para manter a manutenção e o serviço de limpeza pública na cidade.

“Diariamente retiramos toneladas de lixo e entulho de Ceilândia! Nossa preocupação além de manter nossa cidade limpa é garantir a saúde, qualidade de vida e menos riscos de doenças trazidas pelo acumulo de lixo. Só as ações do poder público não são capazes de acabar com esse problema na maior região do DF! Precisamos da ajuda dos moradores onde cada um deve fazer sua parte”, ressalta Marcelo Piauí.

Legislação

A legislação vigente referente à Fiscalização de Limpeza Pública prevê a aplicação de multas para quem for pego jogando lixo em área pública que pode variar de R$ 114 a R$ 11 mil. Além disso, é considerado crime jogar em terrenos baldios ou becos qualquer tipo de resíduo, seja domiciliar, comercial, industrial, entulho de obra, restos de poda de árvores e plantas, entre outros, conforme Lei Distrital nº 972, de 11 de dezembro de 1995, que dispõe sobre os atos lesivos à limpeza pública.

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros