18 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
21/03/20 às 10h45 - Atualizado em 21/03/20 às 10h55

Administração de Ceilândia atua no enfrentamento ao coronavírus

COMPARTILHAR

 

 

*Administração de Ceilândia atua  no enfrentamento ao COVID-19 (Coronavírus)* 

 

 As medidas são tomadas em alinhamento com o Governo do Distrito Federal na construção de ações estratégicas que visem à prevenção junto à comunidade Ceilandense no combate ao novo vírus

A Administração Regional de Ceilândia em reação ao avanço do novo coronavírus atua no enfrentamento da disseminação do COVID-19. O grupo de trabalho realiza diariamente reuniões com equipe multissetorial, e a Superintendência Regional Oeste de Saúde que ajuda na tomada de decisões e na construção de ações estratégicas que visem à prevenção junto à comunidade Ceilandense no combate ao novo vírus. 

A coordenação dos trabalhos é da Administração de Ceilândia,  que constantemente estão em contato com órgãos do GDF, da Superintendência Regional Oeste de Saúde, da Secretaria de Saúde, dos batalhões da PM, do Instituto de Gestão  Estratégica de Saúde (IGESDF) e o DF Legal, para juntos debateram planos para amenizar as consequências da disseminação do coronavírus, que já é prevista por órgãos como o Ministério da Saúde.

Várias medidas efetivas já foram tomadas pela Administração de Ceilândia para combater a disseminação do COVID 19 entre elas a liberação de servidores para o teletrabalho, além de manter os serviços de manutenção na infraestrutura da cidade como a limpeza urbana na retirada de lixo e entulho de terrenos públicos, que também evita os focos do mosquito Aedes aegypti que transmite a dengue, Zika e Chikungunya.

 O administrador de Ceilândia explica que os esforços estão concentrados em preparar a cidade para um eventual caso de coronavirus, além de conscientizar à população de adotar medidas necessárias contra o COVID 19. “Estamos tentando nos adiantar, preparando estratégias, para um cenário de crescimento de casos. Estamos a todo tempo monitorando os dados e constantemente em contato com órgãos do Governo do Distrito Federal, mas a comunidade também deve fazer sua parte quando possível evitar sair de casa” enfatiza Marcelo Piauí. 

O Administrador   também ressalta que o Decreto 40.539/2020, do governador Ibaneis Rocha, para fechar de forma temporária o comércio de todo o Distrito Federal, deve ser respeitado e que é uma medida importante para conter a propagação do COVID 19, e pede a compressão dos empresários locais. “Estamos com canal direto com o DF Legal e fiscalizando quem desrespeitar o Decreto. Precisamos entender a importância de não ter aglomeração neste momento por conta do coronavirus”, ressalta o administrador. 

A Administração de Ceilândia também acompanha as decisões do governo do Distrito Federal para garantir a segurança da população e evitar a proliferação do Covid-19 entre elas estão: 

• Suspensão dos alvarás para realização de eventos, culturais, artísticos e esportivos como também o indeferimento de novos pedidos de alvarás conforme a prorrogação do Decreto N° 40.509, ou quando perdurar novas medidas tomadas pelo Governo do Distrito Federal;

• Suspensão das atividades sociais, esportivas e recreativas desenvolvidas pela Gerência de Cultura e Esporte da Administração de Ceilândia: Esportes, Ação Social, Política Sobre Drogas, Meio Ambiente entre outras atividades;

• Suspensão de todos os eventos internos da Administração de Ceilândia, que envolva aglomeração de pessoas, exemplo: CIPA, Treinamentos, Coletivas de Imprensa e afins;

• Orienta a população desde já, a evitar frequentar estabelecimentos que gerem aglomeração de pessoas;

• Alerta a população que só procurem os serviços de saúde nos casos de real necessidade, para evitar sobrecarga nos estabelecimentos de saúde, além do que, os ambientes ambulatoriais e de pronto atendimento, são locais vulneráveis e suscetíveis a maior contaminação de pessoas;

• Caso necessário acionar a rede hospitalar no sentido de executarem um plano de contingenciamento para a disponibilização de leitos na rede pública.

O grupo de trabalho  estará monitorando a possível evolução dos casos suspeitos de coronavirus e novas medidas podem ser tomadas, em alinhamento com o Governo do Distrito Federal, mediante a evolução ou a involução dos possíveis casos, em Ceilândia. Também a comunidade pode denunciar os estabelecimentos que estão desobedecendo ao Decreto 40.539/2020, por meio da Ouvidoria do GDF 162, opção 2, ou 190.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros